A corrida é praticada e conhecida por muitas pessoas. Tendo o baixo custo e possibilidade da pratica em qualquer ambiente. Levando cada vez mais pessoas a praticarem a corrida como algo semanal. Pessoas que estão em busca de melhorar o bom estado de saúde ou de desempenho atlético. Ampliação da forca muscular, diminuindo a gordura corporal, aumentando a condição aeróbica, reduzindo a fadiga e aumento na qualidade de vida, tendo outros fatores que influenciam na boa saúde. Ajuste na alimentação é indicado para pessoas que tem um objetivo especifico. Treinos mais longos requer uma boa condição física, sendo um esporte de longa duração.

As cautelas dietéticas são dividas entre macro e micronutrientes, ou seja, a pessoa que percorre longa distancia terá a indispensabilidade de uma grande quantidade de energia/calorias, sendo disponibilizado de carboidratos, proteínas e gorduras. Tendo grande necessidade de micronutrientes como vitaminas e os minerais.

Energias para corrida

Carboidratos são indispensáveis para o fornecimento de energia para as células musculares. Importante para o alto desempenho atlético e manutenção dos níveis de desempenho.

Proteínas são levadas ate os aminoácidos. Todos os elementos são levados dentro do processo de contração e relaxamento. Além disso, esses nutrientes são responsáveis pela melhora muscular, ou melhor, a dor do dia seguinte do treino pode ser por falta de proteína.

Gorduras são fundamentos altamente energéticos, presente no metabolismo de hormônios, vitaminas entre outros.

Alimentos que não devem faltar em sua dieta

Alimentos que não devem faltar quando esta praticando corrida, carboidratos como batata-doce, mandioca, macarrão/arroz integral/ pão, sementes em geral(gergelim, chia, linhaça), legumes e frutas. Proteínas com alto valor biológico peixe, leite e derivados desnatados, suplementos e proteínas. Gorduras óleos vegetais, abacate e oliva extravirgem.